18 de junho de 2009

A Fantasia de Hyrule, o começo de uma lenda...

Olá turma do GN. Estou voltando depois de muito tempo fora. Bom, para as “volta às aulas”, nada melhor que começar falando sobre a “série do ano passado”, se é que me entendem. Semana passada, com o feriadão, meu primo veio pra minha casa. Nos dois somos muito fãs de Zelda. Logo começamos a jogar o "A Link to the Past" no emulador. Já zeramos esse jogo muitas vezes, mas os clássicos nunca cansam. Mas não pensem que vamos falar de SNES. Quero mesmo falar sobre The Legend of Zelda, o primeirão!
Muitas pessoas acham que o primeiro Zelda foi o Ocarina of Time, vê se pode! Sem dúvida esse jogo marcou época, mesmo eu nunca tê-lo jogado no Nintendo 64 e na época de seu lançamento (para falar a verdade, no início desse ano fui passar alguns dias na casa de parentes, e o que eu encontro, um Nintendo 64 com Ocarina of Time e Golden Eye!).
Ocarina of Time, é o quinto jogo da série. O primeiro Zelda mesmo, foi lançando há muitos anos, mais de vinte, no ano de 1986.
Na década de 80, os Estados Unidos não eram acostumados com RPG, e o Japão não conhecia o gênero ABS (Action Battle System), naquela época, os RPGs eram todos baseados em Final Fantasy e seu arque-inimigo, e hoje companheiro de trabalho, Dragon Quest. Mas o Guru da Big-N, Shigeru Miyamoto, produziu para o quase desconhecido entre nós, Famicom Disk System, o incrível jogo: The Hyrule Fantasy – Zelda No Desentsu, ou The Legend of Zelda, como todos nós conhecemos. Esse joguinho super-inovador foi uma das causas do Family Disk System venderem bem nos seus primeiros meses de vida. Mas jogos como The Hyrule Fantasy não foram mais lançados para o FDS e esse morreu, mas esse não vem ao caso.

No lado esquerdo superior, o cartucho dourado, depois o title do jogo, e imagens de The Legend of Zelda, não se enganem com os gráficos

Antes de qualquer coisa, quero falar como foi o meu primeiro encontro com o The Legend of Zelda. Já faz algum tempo, quando o Playstation era a febre em solo tupiniquim. Meu primo, aquele mesmo, que gosta de Zelda também, comprou um CD com incríveis 300 e não sei quantos jogos, só depois de algum tempo fomos descobrir que era um NES Emulator. Nessa porrada de jogos, encontramos um que chamou nossa atenção, um joguinho legal, uma batalha diferente, muito divertido, com uma música boa. Era The Legend of Zelda. Jogamos durante anos, não éramos bons, mas também não ruins, e nem fazíamos idéia que aquilo era The Legend of Zelda, o primeiro jogo de uma das maiores franquias da Big-N.
Voltando ao nosso assunto, depois do sucesso de The Hyrule Fantasy – Zelda No Desentsu (um dia eu ainda vou aprender japonês só pra entender esses No, Chan, Desentsu e mais um mundo de nomes legais), foi lançado nos EUA, no ano de 1987, The Legend of Zelda. Num cartucho dourado brilhante! Logo de cara, você entrava numa loja, aquele monte de pontas de cartuchos cinzas, você vê um cartucho dourado brilhante, logo era aquele que você queria comprar, essa foi uma das melhores estratégias de marketing da Nintendo. Logo, todo mundo tava comprando The Legend of Zelda, o manual do jogo era muito legal. Vinha com mapas, características dos itens, e até um guiazinho.
The Legend of Zelda, tinha uma ótima trilha sonora, era divertido, e tinha um mapa enorme, para a época. O engraçado, é que a Nintendo proibiu as revistas de videogames de publicarem detonados do jogo por algum tempo, para tornar o jogo mais difícil.
Muitos anos se passaram, Zelda se tornou um dos jogos mais queridos pelo público. Mas é uma pena, que hoje em dia, as pessoas olhem para o The Legend of Zelda, Zelda1, Hyrule Fantasy, como você quiser chamar, de velharia. Lógico que hoje em dia, os gráficos estão ultrapassados, o som também; tudo! mas o primeirinho, continua sendo um dos melhores jogos de todos os tempos, e um dos mais influentes também. Se você nunca jogou esse magnífico jogo, e deu vontade de jogar, não hesite, procure um emulador logo, baixe a ROM e jogue! Existem milhares de sites sobre Zelda (um dos melhores é www.zelda.com.br). Encontre detonados, guias, a história completa, tudo isso.

E para finalizar, uma caverna desse primeiro jogo, é parecida com o símbolo do nazismo, mas não se assuste, o doido do Hitler apenas copiou a forma do Manji, um símbolo oriental milenar conhecido na Índia, Japão, China e mais uma pancada de países orientais ta bom? Então aproveite e jogue, sem medo de mensagens subliminares e nada disso. Zelda é um jogo 10, não 1000, não 1000000, não 1000000000000000infinitos zeros!!!!

(PS. Existe uma versão para GBA, Game Boy Advance, do primeiro The Legend of Zelda, se interessarem, ele pertence a série Classic NES, junto com o zelda 2 e outros jogos clássicos).

1 Comentários:

Luizebas disse...

Olá amigo!

Primeiramente, gostaria de te parabenizar pelo seu blog! Cheio de artigos bem escritos e tudo mais! Parabens mesmo!


Então colega, meu nome é Luiz Soares, e eu estou aqui para te pedir uma espécie de favor...
Será que você poderia adicionar o link de meu site de jogos na sua Lista de Links? O meu site é www.LuizJogos.com

Ele já tem alguns meses de idade e tudo mais, porém ainda está pequeno, e uma ajuda como a sua seria muito importante para o crescimento do site!

Se você quiser conversar comigo, me envie um e-mail: ownedzao(arroba)yahoo(ponto)com

Obrigado mesmo!
Luiz!