30 de janeiro de 2010

Incidente em Varginha - O Jogo

O ano é 1996. A notícia de que objetos voadores não identificados teriam sido vistos sobrevoando a cidade de Varginha e de que criaturas de um alto nível extraterrestre teriam sido capturadas pelas autoridades brasileiras naquela região é insessantemente divulgada pelos principais canais da TV brasileira. E em meio aquela onda de E.T. de Varginha, dois engenheiros brasileiros resolveram aproveitar o momento e a oportunidade para criar o jogo: "Incidente em Varginha".
Incidente em Varginha é um game de tiro em primeira pessoa (FPS), desenvolvido para Windows 95 e MS-DOS . O jogo foi um dos poucos casos de jogos brasileiros a alcançar um status relativo de fama. Na verdade, por incrível que pareça, Incidente em Varginha acabou fazendo "um pouco mais de fama" no exterior do que no Brasil.
Incidente em Varginha tem mais pontos fracos do que fortes. Na verdade, o jogo em um todo é muito fraco e talvez seu único ponto louvável, tenha sido realmente a iniciativa de tentar criar um game nacional e extimular um início de produção de games brasileiros. Esse é o típico jogo que só deve ser jogado para satisfazer a curiosidade pessoal.
Os gráficos e sonoridade são fraquíssimos se comparados com títulos que já existiam no ano de lançamento do jogo. A jogabilidade para a época, não acrescentava e nem tirava. No máximo você vai rir um pouco jogando, não porque é divertido, mas, engraçado mesmo. Ah e os risos durarão pouco, até você perceber o quanto o jogo é tosco em alto nível e não querer jogá-lo nunca mais! Acredite!

Curiosidades:
  • O site dos desenvolvedores do jogo, a Perceptum, está no ar até hoje, ninguém sabe o porque, pois o jogo se tornou um abandonware e já não é mais comercializado. Quase todos os links contidos no site já estão fora do ar, inclusive a versão demo para download também não funciona.
  • Uma continuação do jogo estava prevista para sair (Incidente em Varginha 2), mas nunca saiu e possivelmente nunca vai sair.
  • Embora se auto-intitule um software totalmente nacional, Incidente em Varginha usa uma engine gráfica e a inteligência artificial fabricados por uma empresa americana, a Conitec.
Onde baixar: (Para corajosos!)
DosGamer.com (versão americana)
obs: Esse jogo necessita do DOS Box (Emulador de DOS) para rodar em PCs atuais (considere "atuais" de Windows 98 para cima!)




14 Comentários:

Sabat disse...

Nooossa eu lembro desse jogo aHUAHuahUHAUhauHA O game era lotado de cenas pré renderizadas de localidades reais XD

Se não me engano, aqueles bixos marrons que aparecem são CHUPACABRAS ahUAHuhaUHAUhuahUAHuhaUHAUhuahUAHuhaUHAUhuahUAHuhaUHAUhu

Doideira xD bem lembrado rapaziada!!

André Breder disse...

Eu já tinha ouvido falar neste game, mas na época pensei que fosse uma brincadeira... mas não é que o negócio existe mesmo!!! Loucura, loucura, loucura...

Equipe do blog disse...

é muito legal esse game,esse blog é muito bom!!!!!

Medo B. disse...

Eu comprei esse jogo
Gostava mt, só os comandos que eram ruins, no teclado sem mouse. Se tivesse mouse seria perfeito.

Tinha que sair o 2 :)

Eu comentei sobre ele no meu post sobre o caso de Varginha la no MEDO B. Se quiser pode visitar

Abração

Podcast 140.85 disse...

Caramba! Eu lembro de ter jogado o DEMO desse jogo! Mas isso faz muuuuuuuito tempo!

Anônimo disse...

O cara que fez a análise deveria ter pegado um pouco mais leve.Ok, o jogo não tem grandes gráficos, a música é bem caída e a jogabilidade deixa a desejar.Entretanto, se trata de um jogo que foi feito só por duas pessoas, enquanto os jogos dessa época (mais evoluídos e preparados) tinham equipes enormes.

Também não concordo com quem diz que o jogo não pode ser considerado 100% nacional só porque usou uma engine estrangeira.Se for assim, nenhum jogo, fabricado aqui,no Japão ou em algum país da Europa pode ser considerado 100% brasileiro, japonês ou europeu, pois todos vão usar uma linguagem de programação (C++ na maioria das vezes) que foi desenvolvidade nos EUA.

Eu joguei a Demo desse jogo e para ser sincero, até achei ele legal e um pouco inovador.Jogando a única fase que eu tinha direito, eu percebi que a idéia de FPS do jogo é completamente difente de jogos como Duke Nukem 3D, Quake 1, Doom 2 e Unreal (se não me engano eram esses jogos de FPS mais famosos na época em que esse jogo foi lançado).Enquanto esses jogos que eu citei são resumidos só em atirar em n monstros e passar de fase, o IV tem outra postura.Não há tantos monstros e munição (o que te obriga a fazer uma estratégia para não ficar sem munição) e é um jogo que mais puxado para o lado do adventure do que para o do FPS convencional.Pelo menos foi isso que eu percebi jogando a demo.

Falaram do IV 2.Tem screens dele no site da desenvolvedora e pelo que eu li recentemente, eles estão até hoje querendo desenvolver a segunda versão do jogo.

No mais eu falo que vale a pena jogar o jogo.Pelo menos ele quebra aquelas velhas histórias do homem sexista que deve livrar NY de ets e dos demais heróis americanos que devem salvar o mundo de tudo e todos.

Até acredito que se fizessem um remake desse jogo iria ficar legal.A história é boa e original.

Anônimo disse...

Na epoca que foi lancado eu queria muito esse jogo, mas só peguei a versão demo. Agora achei para baixar em www.dosgamer.com com o nome de "Alien Anarchy". Quem quiser vai lá conferir. Eu lembro que na epoca que falaram q ia sair o 2 eu fiquei empolgado esperando mas nao saiu do papel, igual o Duke Nukem Forever.

Odenir disse...

Eu só cheguei a jogar a demonstração do jogo na época. Eu amava esse jogo, pena que nunca encontrei a versão completa pra comprar. Eu amava mesmo!
Quanto a análise, o jogo é 100% nacional sim. World of Warcraft, Grim Fandango, entre outras dezenas de jogos famosos utilizam dentre várias linguagens de programação, a linguagem LUA (uma linguagem de programação brasileira), e nem por isso deixam de ser dos países que são. Enfim, eu gostava mesmo desse jogo.

Anônimo disse...

Odenir, eu cheguei a comprar o game na época em que foi vendido nas bancas de revista. Vou conferir lá em casa se ainda tenho o CD guardado.

Anônimo disse...

http://www.emuparadise.me/Abandonware_Games/Alien_Anarchy_(1998)(Perceptum_Informatica)/92325

Patryckpo disse...

pessoal, descobri um link para a ISO do jogo, num site sobre jogos de tiro em 3D. O link segue abaixo, espero estar ajudando vocês a reviver essa "pérola" (kkkkkkk) do passado.
Link para a ISO do jogo
Não sei a diferença da ISO para a compacta, pois minha internet é lenta :( , talvez sejam as faixas de áudio ou algo a mais...
Bom saber que um blog brasileiro ainda fala sobre esse jogo.

Patryckpo disse...

por um motivo muito estranho, meu link não saiu na postagem anterior, sei lá o que aconteceu, aqui vai o link para a ISO do jogo:
Link para a ISO do jogo
NOTA: link do '4shared'

Anônimo disse...

Na Polônia parece que foi bem jogado, inclusive existem um canal no Youtube que colocou todas as fases do jogo, são vários vídeos, um deles é esse:http://www.youtube.com/watch?v=qKyfsAluoK4&list=PLAFA344F769F272E1

Só que lá ele chamam de Alien Anarchy.

Anônimo disse...

Eu era doido para ter esse jogo na epoca e fiquei muito empolgado vendo as fotos do 2. Os desenvolvdores desistiram por causa da pirataria. Acho que deveriam aproveitar o que tinha sido feito para o 2 e lançar para celular e tablet pelo menos.